Os países mais letais para ambientalistas, segundo este relatório

Levantamento da ONG britânica Global Witness mostra que o número de mortes de defensores da causa ambiental aumentou ao redor do mundo entre 2018 e 2019

    Em 2019, 212 ambientalistas foram assassinados em todo o mundo. O número é recorde, superando com folga os 167 casos registrados de 2018. A contagem, realizada pela ONG britânica Global Witness desde 2012, está no relatório “Defendendo o amanhã”.

    São pessoas “na linha de frente da crise climática”, na descrição da entidade, eliminadas por se colocarem no caminho de interesses de invasores de terras, garimpeiros, madeireiros e indústrias poluidoras.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.