Como a realidade da pandemia pressiona as mães solo

Mulheres que são as únicas responsáveis pelos filhos estão frequentemente sobrecarregadas, com dificuldades financeiras e têm problemas para acessar o auxílio emergencial

    Durante a pandemia do novo coronavírus, mães solo brasileiras enfrentam sobrecarga, maiores dificuldades financeiras e têm sua saúde mental prejudicada.

    Esses efeitos não se aplicam exclusivamente a elas na crise sanitária. Mas se destacam por expor ainda mais a condição de vulnerabilidade das mulheres – na maioria negras e pobres – quando são as únicas ou principais responsáveis pelo sustento e cuidado de filhos.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.