Como a pandemia impulsiona um mercado ilegal na medicina

Países em desenvolvimento veem crescer a oferta de suprimentos médicos em fontes paralelas, com preço inflacionado e sem eficácia comprovada

    A pandemia da covid-19 que, até quarta-feira (24), tinha contaminado mais de 9 milhões de pessoas em 188 países e regiões do mundo está impulsionando um mercado clandestino milionário de insumos médicos.

    O comércio ilegal ocorre sobretudo em países em desenvolvimento, nos quais os sistemas públicos de saúde são inexistentes ou insuficientes, e a regulação dos insumos e tratamentos é menos rigorosa.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.