O avanço da covid-19 nas prisões. E a subnotificação de casos

Conselho Nacional de Justiça renovou por mais três meses recomendações para juízes reverem detenções pelo país, mas especialistas dizem que magistrados ignoram apelos

    Temas

    As prisões brasileiras registraram no início de junho um aumento de 800% nos casos de infecção pelo novo coronavírus em relação a maio, segundo balanço divulgado pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça). A situação preocupa especialistas em segurança porque apenas 1% da população carcerária brasileira, a terceira maior do mundo, foi testada para a doença. Isso aponta que, mesmo com o avanço acelerado registrado recentemente, a subnotificação de casos pode esconder uma realidade mais grave nos presídios do país.

    Junte-se ao Nexo!

    Fique informado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    Você pode cancelar quando quiser sem dificuldades

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.