Os ataques a monumentos de figuras ligadas à escravidão

Britânicos e belgas depredam bustos de heróis nacionais racistas. Brasil e EUA também já registraram atos semelhantes

    Manifestantes derrubaram e lançaram no rio Avon uma estátua de Edward Colston (1636-1721) na cidade britânica de Bristol, no domingo (7), enquanto em pelo menos sete cidades belgas bustos do rei Leopoldo 2º (1835-1909) têm aparecido pichados e amordaçados.

    Os atos são parte dos protestos antirraciais que se espalharam pelo mundo a partir da cidade de Minneapolis, no estado americano de Minnesota, onde, no dia 25 de maio, Derek Chauvin, um policial branco, matou por asfixia George Floyd, um homem negro de 46 anos.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.