Por que o governo quer pegar dinheiro emprestado no exterior

Equipe econômica discute tomar crédito junto a organismos internacionais. O ‘Nexo’ falou com economistas para entender qual a lógica da proposta

    A pandemia do novo coronavírus atingiu a renda de milhões de brasileiros. Entre empregos perdidos e reduções de salários, muitas pessoas viram o dinheiro que entra diminuir consideravelmente por conta da crise.

    Mas isso não é uma exclusividade das famílias ou empresas brasileiras: o poder público também está com dificuldade de fechar as contas. De um lado, a arrecadação está caindo como resultado da desaceleração econômica. De outro, os gastos estão aumentando – seja na área de saúde ou nos programas de apoio financeiro à população atingida pela crise, como o auxílio emergencial.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.