Qual o estágio das ações contra Bolsonaro e Mourão no TSE 

Inquérito das fake news no Supremo tem quebras de sigilos de empresários que podem impulsionar caso que envolve disparos em massa de WhatsApp na campanha

    O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, assumiu na segunda-feira (25) a presidência do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Ele substitui no cargo a ministra Rosa Weber e terá a missão de coordenar as eleições municipais de 2020 em meio à pandemia do novo coronavírus.

    O julgamento de ações contra a chapa do presidente Jair Bolsonaro e do vice Hamilton Mourão é outra questão importante que deverá marcar o mandato de dois anos de Barroso à frente do TSE. O ministro afirmou em entrevista coletiva que deverá analisar duas ações dessa natureza ainda em junho, seguindo “a ordem cronológica dos pedidos de liberação [da ação para julgamento] pelos relatores”.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.