Os relatos de medo e abandono de profissionais de saúde

Sem treinamento, apoio e proteção, agentes comunitários, enfermeiros e médicos dizem se sentir despreparados para enfrentar pandemia, segundo pesquisa da Fundação Getulio Vargas

    A maioria dos profissionais de saúde que atuam no combate ao novo coronavírus no Brasil se sente despreparada, abandonada pelos governos e com medo da doença. A conclusão é da pesquisa “A pandemia de covid-19 e os profissionais de saúde pública no Brasil”, realizada pelo Núcleo de Estudos da Burocracia da Escola de Administração de Empresa de São Paulo da FGV (Fundação Getulio Vargas).

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.