Quais as ações do Twitter contra os posts de Donald Trump

Rede social marca como falsas informações postadas pelo presidente dos EUA e amplia controle sobre conteúdo político difundido por líderes mundiais

    O Twitter inseriu avisos de advertência contra o conteúdo inverídico de duas postagens feitas pelo presidente americano, Donald Trump, na terça-feira (26). Essa foi a primeira vez que a rede social tomou essa atitude desde que Trump criou seu perfil no Twitter, em março de 2009.

    A atitude tomada pela rede social levantou a possibilidade de que conteúdos falsos ou imprecisos postados por outros líderes mundiais também passem a ser sinalizados ou até mesmo removidos com maior frequência. Isso já ocorreu no passado com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e com o líder supremo do Irã, Ali Khamenei, em casos ligados à difusão de informações falsas sobre a covid-19. Bolsonaro, inclusive, chegou a ter seu nome citado por Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, como exemplo de disseminação de desinformação na pandemia.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.