Por que chamadas de vídeo nos esgotam. E como lidar com isso

Ferramentas como Zoom, Google Hangouts e Skype se tornaram fundamentais para o trabalho e a vida social durante a pandemia, mas acúmulo de atividades pode ser exaustivo

    As ferramentas digitais que permitem realizar chamadas de vídeo com uma ou mais pessoas já eram usadas antes da pandemia do novo coronavírus.

    Com as medidas de isolamento social necessárias à contenção da doença, porém, elas se tornaram parte indissociável da rotina de quem está trabalhando de casa ou tendo aulas. Representam, também, uma maneira de “estar junto” de amigos e familiares, em um momento no qual a falta de convívio com essas pessoas traz impactos negativos para a saúde mental.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.