A campanha oficial contra a violência doméstica. E as críticas a ela

Propaganda foca na promoção dos canais de denúncia. Apesar de mulheres serem as principais vítimas, ministra Damares Alves diz que ‘violência doméstica não tem gênero’

    O governo federal lançou na sexta-feira (15) uma campanha de conscientização e enfrentamento à violência doméstica voltada para o período da pandemia do novo coronavírus.

    Com o isolamento social, os registros desse tipo de violência vêm aumentando – segundo a ministra Damares Alves, o Ligue 180, a Central de Atendimento à Mulher do governo federal, registrou em abril aumento de 35% no número de denúncias em relação ao mesmo mês em 2019.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.