Ir direto ao conteúdo

O site que registra a história dos quadrinhos no Brasil

No ar desde 2007, plataforma colaborativa tem como objetivo catalogar todas as HQs publicadas no país

Temas

Em 30 de janeiro de 1869, a revista Vida Fluminense publicou a primeira história em quadrinhos do Brasil.

“As aventuras de Nhô-Quim”, escrita e desenhada pelo ítalo-brasileiro Angelo Agostini, contava a história de Nhô-Quim, um caipira que se mudava para o Rio de Janeiro e tinha de se adaptar à realidade urbana.

Desde então, milhares de histórias, nacionais e internacionais, foram publicadas no país. O site Guia dos Quadrinhos tem a missão de preservar a memória das HQs no Brasil.

No ar desde 2007, o Guia dos Quadrinhos é parte enciclopédia, parte banco de dados. Lá, os leitores podem encontrar informações sobre revistas, personagens, autores e editoras, em um panorama da trajetória das HQs no Brasil.

“A finalidade do Guia dos Quadrinhos é catalogar todos os quadrinhos que foram publicados no Brasil. Mas isso é apenas o começo. O segundo objetivo do site é formar um banco de dados com o maior número possível de ligações sobre uma revista, um artista, um personagem”, diz o texto de apresentação do jornalista Edson Diogo, criador do site.

Ao todo, são cerca de 300 mil revistas registradas, entre títulos nacionais e estrangeiros. O catálogo é montado pelos próprios usuários, e o site depende de doações para se manter no ar.

A plataforma também conta com uma página na qual o usuário pode descobrir quais HQs estavam circulando nas bancas do país no mês e no ano em que nasceu. Há ainda uma página dedicada à divulgação de trabalhos acadêmicos sobre quadrinhos, entre TCCs, dissertações de mestrado e teses de doutorado. O acesso aos artigos é gratuito.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante?

Entre aqui

Continue sua leitura

Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: