O descompasso entre o presidente e seu Ministério da Saúde

Bolsonaro e autoridades sanitárias batem cabeça desde março, quando foi decretado o estado de pandemia causada pelo novo coronavírus

O Brasil enfrenta um bate-cabeça entre o presidente Jair Bolsonaro e o Ministério da Saúde desde 11 de março, quando a OMS (Organização Mundial da Saúde) decretou estado de pandemia em razão do novo coronavírus.

A tensão era protagonizada antes por Bolsonaro e o agora ex-ministro Luiz Henrique Mandetta. Mesmo após a demissão de Mandetta, em 16 de abril, e a posse de Nelson Teich, o descompasso permanece.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.