O interesse de Bolsonaro na superintendência da PF no Rio

Moro afirma em depoimento que presidente queria indicar ‘apenas um’ chefe regional: o que comanda justamente o estado onde ele e parte dos filhos construíram sua carreira política

    Em depoimento prestado no sábado (2), o ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmou ter recebido uma mensagem via WhastApp do presidente Jair Bolsonaro, em março, que afirmava o seguinte: “Moro, você tem 27 superintendências, eu quero apenas uma, a do Rio de Janeiro”.

    Trata-se de mais um elemento que reforça o interesse específico de Bolsonaro no comando da Polícia Federal no estado onde ele manteve sua base política por quase 30 anos como deputado federal e pelo qual seus filhos Flávio, primeiro deputado estadual e depois senador, e Carlos, vereador da capital, também foram eleitos.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.