O estudo que destaca o Brasil como o pior cenário na pandemia

Segundo projeção do Imperial College de Londres, país deve registrar mais de 5.000 mortes na primeira semana de maio e tem a taxa de contágio mais alta entre 48 nações analisadas

    Um estudo divulgado na quarta-feira (29) pelo Imperial College de Londres concluiu que o Brasil apresenta a mais alta taxa de contágio do novo coronavírus entre 48 países. A instituição, que divulga semanalmente uma previsão de curto prazo do número de mortes provocadas pela covid-19 em diferentes lugares, estima que o país registrará mais de 5.000 óbitos na primeira semana de maio.

    Ao lado dos Estados Unidos, cuja população é maior, o Brasil é o único país a ter um número tão alto de mortes no horizonte próximo. Além disso, é apontado pelo estudo como um dos nove países onde, com base nas estimativas de transmissibilidade, a epidemia ainda está crescendo.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.