6 obras essenciais para conhecer a literatura de Rubem Fonseca

Autor de clássicos como ‘Feliz ano novo’ e ‘O Cobrador’ morreu aos 94 anos. Ao Nexo, Heloisa Jahn, que foi sua editora, lista os livros mais marcantes do escritor

O escritor Rubem Fonseca morreu na quarta-feira (15) aos 94 anos, no Rio de Janeiro. Ele teve um infarto em seu apartamento, no bairro do Leblon, e foi levado ao hospital Samaritano, mas faleceu no início da tarde.

Colocado entre os maiores escritores brasileiros do século 20, com destaque especial para sua produção como contista, Fonseca estreou com o livro “Os Prisioneiros”, em 1963. Depois de uma série de aclamados volumes de contos, publicou em 1973 seu primeiro romance, “O Caso Morel”. Seguiu alternando os dois formatos ao longo da carreira e, a partir de 2011, publicou cinco edições de contos inéditos pela editora Nova Fronteira. Seu livro mais recente, “Carne crua”, foi lançado em 2018.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.