A queda projetada para a economia brasileira em 2020

Banco Mundial prevê tombo de 5% no PIB, enquanto mercado ainda fala em retração de 2%. Especialistas ouvidos pelo ‘Nexo’ analisam os impactos no emprego e na renda

    “O crescimento em 2020 será o dobro deste ano [2019]. Se em 2019 for 1,2%, então [será] 2,4% [em 2020]”. Essa era a expectativa do ministro da Economia, Paulo Guedes, em dezembro de 2019.

    O PIB (Produto Interno Bruto) de 2019 já ficou abaixo dos 1,2% esperados pelo ministro. Foi de 1,1% – uma diferença pequena, mas que contribuiu para a sensação de decepção com a economia no ano de estreia do presidente Jair Bolsonaro.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.