O que o Exército disse sobre a quarentena. E depois apagou

Recomendações feitas por centro militar, como o isolamento durante a pandemia, contrariavam visão do presidente Jair Bolsonaro

    Isolamento total dos brasileiros que formam o grupo de risco e apoio econômico a empresas e cidadãos são algumas das recomendações que o CEEEx (Centro de Estudos Estratégicos do Exército) apresenta em um documento, publicado na quinta-feira (2), para analisar os cenários de crise no combate ao novo coronavírus no Brasil.

    O trabalho, com pouco mais de 30 páginas, discute maneiras de conter a pandemia no país. Além disso, aborda os impactos econômicos e as estratégias políticas utilizadas por governantes. Ao sugerir tais medidas, o órgão contraria algumas das principais bandeiras do presidente Jair Bolsonaro até o momento. Nesta segunda-feira (6), o texto foi apagado e o site ficou indisponível.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.