Como conversar com quem não leva a sério o coronavírus

O ‘Nexo’ falou com dois professores de psicologia e uma professora de microbiologia para reunir dicas a fim de incentivar a prevenção dos incrédulos

A pandemia do novo coronavírus, que causa a síndrome respiratória chamada de covid-19, tem sido marcada pela rápida disseminação do vírus, o aumento de doentes e mortos e a pressão sobre os sistemas de saúde em todo o mundo. A crise, que extrapola os problemas sanitários, também abalou a economia e redefiniu prioridades de governantes.

Para evitar a contaminação, autoridades de saúde têm recomendado em todo o mundo que as pessoas limpem constantemente as mãos e o rosto. Elas também sugerem a adoção de medidas que mudam radicalmente o cotidiano, como o afastamento das atividades coletivas e a reclusão em casa. Isso vale inclusive para quem não tem a covid-19.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.