Ir direto ao conteúdo

O aplicativo da Marvel que reúne HQs digitais gratuitas

Plataforma da editora tem área dedicada a novos leitores de quadrinhos que oferece lançamentos e edições clássicas em inglês

    Temas

    A editora Marvel Comics surgiu em 1939 e é responsável por personagens icônicos dos quadrinhos como o Hulk, o Homem-Aranha, o Capitão América e o Thor.

    Nos cinemas, os filmes inspirados nas HQs da Marvel arrecadam bilhões de dólares todos os anos. Em 2019, “Vingadores: Ultimato”, longa que reúne dezenas de personagens da editora, se tornou a maior bilheteria de todos os tempos, com US$ 2,8 bilhões acumulados no mundo todo.

    Dados seus 80 anos de história, a Marvel Comics reúne um número enorme de personagens, sagas e fases diferentes – e começar a ler os quadrinhos da editora pode ser difícil. Para atrair novos leitores, a empresa lançou, em 2007, o aplicativo Marvel Unlimited, disponível para iOS e Android.

    O Marvel Unlimited serve como uma loja para quem deseja comprar os quadrinhos da editora, mas também oferece uma área de quadrinhos gratuitos – normalmente primeiras edições – para quem deseja começar a se aventurar no mundo da chamada “Casa das ideias”.

    A seção ganha atualizações mensais, e traz lançamentos como “O imortal Hulk nº1”, HQ de terror escrita pelo roteirista Al Ewing e desenhada pelo brasileiro Joe Bennett. Também reúne clássicos, como “Fabulosos X-Men nº 101”, gibi que deu início à famosa “Saga da fênix negra”, história publicada em 1980 que é considerada um marco na editora por trazer mais maturidade às histórias dos X-Men.

    A criação de uma conta na plataforma é completamente gratuita. Todas as HQs do catálogo do aplicativo são publicadas em inglês.

    O uso de HQs na aprendizagem de idiomas

    A Federação Internacional de Associações de Bibliotecas publicou um artigo em 2009 defendendo o uso de quadrinhos no processo de aprendizagem de um segundo idioma.

    Segundo o texto, as HQs ensinam a interpretação de texto escrito e visual, além de incentivar a leitura em uma sociedade dominada por telas.

    “Ler quadrinhos é uma forma de desenvolver uma atitude positiva em relação à leitura”, diz o artigo. “Quadrinhos conseguem entreter. Crianças costumam ler quadrinhos por prazer. O prazer de ler quadrinhos pode resultar no prazer de ler outros materiais”, afirma o texto.

    O coro foi engrossado em 2011, pela Associação Internacional de Alfabetização, que publicou um artigo que defende o uso de quadrinhos para a aprendizagem de um segundo idioma.

    De acordo com o artigo, as HQs podem ser eficientes no processo de aprendizagem por unirem texto e imagem, fazendo com que o aluno use os desenhos como um apoio para entender o que está se passando no diálogo e na ação dos personagens.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

    Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
    Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!