Ir direto ao conteúdo

Como navegar na maior biblioteca pública do mundo

Coleções digitais da Biblioteca do Congresso Americano reúnem mais de um milhão de itens diferentes, sobre os mais diversos temas

Temas

A Biblioteca do Congresso Americano é a maior do mundo. Fundada em abril de 1800, a instituição é a mais antiga instituição cultural federal dos EUA.

Em mais de 195 mil m², a biblioteca conserva cerca de 167 milhões de itens catalogados, entre livros, documentos, manuscritos e recortes de jornais de todo o país.

O gigantismo do acervo é tamanho que a pequena fração de itens da instituição disponibilizada e digitalizada gratuitamente ao público já corresponde a um número superlativo. A plataforma Digital Collections reúne mais de um milhão de itens do catálogo da biblioteca, separada por coleções de temas específicos.

Ao entrar no site, é possível ver todas as coleções disponíveis, que incluem documentos da Guerra Civil Americana (1861-1865) e outros relativos ao folclore dos EUA.

As coleções não se limitam a itens referentes ao país. Uma delas reúne informações sobre a literatura de cordel do Nordeste brasileiro; outra, traça uma história do balé russo.

um setor inteiro dedicado a registrar a história dos EUA — e do mundo — por meio de jornais americanos, entre os anos de 1789 e 1963. Nesta seção, é possível ver como veículos pequenos, médios e grandes noticiaram fatos de grande impacto, do assassinato do ex-presidente americano Abraham Lincoln em 1865, passando pelo naufrágio do Titanic em 1912 e chegando ao suicídio de Adolf Hitler, em maio de 1945.

Não é necessário fazer nenhum tipo de cadastro para navegar pelas coleções digitais da Biblioteca do Congresso Americano. Basta encontrar um tema que te interessa e visualizar como a história de muitos séculos foi observada, registrada e contada.

ESTAVA ERRADO: A primeira versão deste texto dizia que o presidente Abraham Lincoln morreu em 1965. Na verdade, Lincoln morreu em 1865. A informação foi corrigida às 11h05 do dia 26 de fevereiro de 2020.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!