Ir direto ao conteúdo

Esta plataforma exibe um filme gratuito por semana

Le cinéma club disponibiliza um título, normalmente curto, a cada sete dias e privilegia trabalhos de jovens cineastas promissores

    Temas

    Existe hoje uma variedade de plataformas digitais nas quais é possível assistir a filmes. Poucas, no entanto, são gratuitas como a Le Cinéma Club, plataforma de streaming com uma curadoria própria que disponibiliza a espectadores do mundo todo um filme por semana.

    As produções variam em duração e estilo, mas a curadoria privilegia formatos mais curtos e títulos de jovens cineastas – havendo também espaço para filmes raros e outras descobertas.

    Na sexta-feira (21), entrou em cartaz “Automatic”, curta-metragem de 2019 da cineasta grega Emma Doxiadi que foi exibido no Festival de Cinema de Nova York no mesmo ano. O curta falado em grego vem com legendas em inglês e ficará disponível por sete dias.

    O site criado em 2015 também traz listas de filmes selecionados pela curadoria, entrevistas exclusivas e galerias de imagens. Filmes falados em inglês vêm sem legenda. Quando é em outra língua, como “Automatic”, a legenda é em inglês.

    Quem é a curadora da plataforma

    Le Cinéma Club é mantido pela francesa Marie-Louise Khondji, que vive atualmente em Nova York. Khondji atuou como produtora de cinema e é filha da fotógrafa de moda Marianne Chemetov e do diretor de fotografia Darius Khondji (que assina a fotografia de uma série de grandes filmes, incluindo o recente “Joias Brutas”, da Netflix). Ela cresceu visitando sets de filmagem com o pai e assistindo aos filmes que ele lhe apresentada.

    Para Khondji, o diferencial da plataforma é a seleção cuidadosa dos filmes, que mescla diretores conhecidos e emergentes.

    Sua ideia foi criar uma plataforma acessível e gratuita que exibisse um único filme por vez, com o objetivo de dar destaque integral para cada cineasta.

    “Senti que seria legal ter uma versão online do velho cinema da esquina, aquele em cujo gosto você confia e por isso assiste o que quer que eles estejam exibindo”, disse a curadora ao site Coveteur. “Quis que fosse gratuito para que as pessoas se sentissem estimuladas a descobrir esses filmes que não necessariamente são muito conhecidos, feitos por jovens cineastas, e oferecer algo diferente a cada semana”.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

    Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
    Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!