Ir direto ao conteúdo

O site que reúne ilustrações antigas de livros

Imagens vão do século 18 às primeiras décadas do 20. Durante a ascensão do romance na Europa dos anos 1700, era comum que obras de ficção para o público adulto fossem ilustradas

Temas

Uma ampla base de ilustrações publicadas em livros e periódicos entre o século 18 e as primeiras décadas do século 20 está disponível no portal Old Book Illustrations. O conteúdo do site pode ser navegado pelo tema da ilustração, nome do artista, título da obra em que foi publicada, técnica ou formato. É possível visualizar as imagens em duas versões: restaurada ou original.

O site também traz alguns textos para acompanhar as imagens – pequenas biografias de ilustradores que compõem o acervo, como Gustave Doré (1832-1883) e Honoré Daumier (1808-1879), e informações sobre algumas das publicações das quais as imagens foram retiradas. Uma outra seção traz uma versão online (ainda incompleta) da obra “A dictionary of the art of printing”, compilação de notas do impressor britânico William Savage publicada em 1841. O dicionário contém definições e descrições para uma série de termos, jargões e procedimentos da indústria gráfica do Reino Unido na primeira metade do século 19.

O período específico compreendido pelo arquivo está ligado à intenção de manter uma consistência estética, mas também à questão dos direitos autorais. O site se restringe a imagens que estão em domínio público. Com isso, concentra-se principalmente em ilustrações do romantismo francês e do período vitoriano (1837-1901).

As ilustrações em livros

Ilustrações que aparecem junto de textos antecedem o uso da prensa de tipos móveis no Ocidente, difundido no século 15. Nos manuscritos da Idade Média, as chamadas iluminuras já decoravam e ilustravam os textos e, nos primórdios das técnicas de impressão, os incunábulos xilográficos, impressos por meio de placas gravadas inteiriças, também eram frequentemente ilustrados com gravuras.

Durante o período de ascensão do romance, que se tornou um gênero popular na Europa a partir do século 18, representações figurativas do enredo eram comuns em obras de ficção voltadas para o público adulto.

Foto: Domínio público
Desenho de homens ao redor de uma pessoa acamada
Ilustração de George Cruikshank para edição de 1839 do romance "Oliver Twist", de Charles Dickens

Nessa época, alguns ilustradores trabalhavam em colaboração estreita com escritores, para que a representação visual de personagens e cenas estivesse alinhada ao que o autor da obra tinha em mente. Foi o caso da relação mantida pelo inglês Charles Dickens (1812-1870) com ilustradores, entre os quais H.K. Browne, conhecido como Phiz, foi o mais famoso.

A prática de combinar ilustrações ao texto de obras literárias voltadas para adultos entrou em declínio no século 20 e, com isso, livros ilustrados passaram a ser mais associados à literatura infantil.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!