Ir direto ao conteúdo

O jogo online que explica como funcionam as misturas químicas

O game ‘Little alchemy 2’ foi desenvolvido na Polônia e permite a criação de materiais, reações, objetos e seres, partindo dos quatro elementos básicos

Temas

Água, ar, terra e fogo. Os quatro elementos básicos marcam o início de “Little alchemy 2”, um game online gratuito que tem como objetivo explicar ao jogador como funcionam as misturas químicas.

O jogador precisa arrastar os elementos para a tela principal e misturá-los para formar novos objetos, elementos e reações. Por exemplo: terra com ar resulta em poeira, poeira com fogo vira pólvora, pólvora com fogo resulta numa explosão.

Ao todo, são 720 itens que podem ser criados no jogo, que também conta com uma enciclopédia interna para explicar um pouco sobre os itens que foram criados. Com as misturas, pode-se chegar até mesmo ao ponto da criação da vida.

“Little alchemy 2” foi lançado em 2017, desenvolvido pelo designer polonês Jakub Koziol, fundador do estúdio Recloack.

O Recloack faz parte de uma aceleração da produção polonesa de videogames. O país tem cerca de 120 empresas, de diversos tamanhos, ligadas à indústria dos games, prestando serviços em todos os estágios da produção, do desenvolvimento à distribuição.

A principal empresa no cenário é a CD Projekt, que, em 2015, ganhou o troféu Jogo do Ano do prêmio The Game Awards, o mais importante do mundo, por “The witcher 3: Wild hunt”. O título já vendeu mais de 20 milhões de unidades ao redor do mundo.

Os games como ferramentas educacionais

Nas escolas, os games passaram a ser usados como ferramenta de complementação do estudo. “Minecraft” é um dos jogos mais populares do mundo, permitindo que o jogador construa mundos inteiros usando bloquinhos quadrados.

Em 2016, a desenvolvedora Mojang lançou uma versão do game feita especialmente para que estudantes possam pôr em prática conceitos de geografia, física e matemática.

A franquia “Assassin’s creed” também é popular globalmente. No jogo, direcionado para um público mais velho, o jogador assume o papel de um personagem da Ordem dos Assassinos. Cada título da franquia se passa em um momento histórico diferente, do Egito Antigo à Revolução Industrial em Londres.

A partir de 2018, os jogos da franquia “Assassin’s Creed” passaram a trazer um modo educacional, sem violência, para que os jogadores explorassem o momento histórico de cada título, entendendo a conjuntura sociopolítica de cada época.

Kurt Squire, doutor em Aprendizagem Conectada pela Universidade da Califórnia, publicou um artigo em 2005 no qual argumenta que o uso de games dentro da sala de aula pode trazer uma motivação extra aos alunos por meio da fantasia, do poder de escolha, dos desafios, da competição e da curiosidade, elementos intrínsecos a qualquer jogo.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!