Ir direto ao conteúdo

Este dicionário online apresenta mais de 600 tipos de massas

Do cabelo de anjo ao rigatoni, associação americana preparou catálogo que traz os mais diversos tipos do prato

    A Associação Nacional de Massas dos Estados Unidos reúne profissionais que trabalham na fabricação desse gênero alimentício.

    Em um geral, os diversos tipos de macarrão necessitam de apenas três ingredientes: água, ovos e farinha. Massas como o gnocchi adicionam batatas cozidas à mistura.

    Para catalogar os diferentes tipos de massas, a associação americana criou o Pasta Dictionary, um dicionário online que lista produtos feitos no mundo todo.

    Em cada verbete do catálogo, há um breve resumo das características de cada massa, uma curiosidade sobre ela e os pratos para os quais ela é ideal.

    O macarrão perfeito, segundo a associação

    Além do dicionário, a associação também oferece dezenas de receitas gratuitas para os usuários. Há também um guia básico para o que a organização julga ser o “macarrão perfeito”:

    • A cada 450g de macarrão, usar cerca de 3,7 litros de água para o cozimento

    • Diminuir a intensidade do fogo no momento de adicionar a massa à água

    • Adicionar duas colheres de sopa de sal a cada 450g de macarrão que será cozido

    • Seguir o tempo de cozimento especificado na embalagem. Caso o macarrão faça parte de um prato maior, reduzir o tempo em ⅓

    • O ponto ideal do cozimento é quando a massa está “al dente”, ou seja, firme na mordida, porém cozida por dentro

    A história do macarrão

    O macarrão é um alimento milenar. No Ocidente, há registros do século 1º sobre alimentos semelhantes ao macarrão. Já no Oriente, sabe-se que o macarrão é muito mais antigo: documentos indicam que os chineses já preparavam a massa por volta do ano 3.000 aC.

    A história mais difundida a respeito da chegada do macarrão ao Ocidente vem da viagem do explorador italiano Marco Polo à China no século 13, numa expedição que durou 17 anos.

    No entanto, achados arqueológicos revelaram que o macarrão já existia na culinária italiana em meados de 1150, um século antes, período em que os países mediterrâneos desenvolveram técnicas para o cultivo do trigo de grão duro.

    O acompanhamento mais popular do alimento, no entanto, só passou a fazer parte do cotidiano italiano no final do século 18. O registor mais antigo do uso de molho de tomate é de 1790, quando o chef Francesco Leonardi incluiu a ideia no livro de receitas Apício Moderno.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes

    Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

    Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
    Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!