Como Bolsonaro ecoa a antiga política indigenista brasileira

Ao defender a assimilação de indígenas, presidente reforça uma ideia que guiou as políticas públicas do país por séculos até ser descartada pela Constituição de 1988

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou em sua transmissão semanal nas redes sociais na quinta-feira (23) que “cada vez mais o índio é um ser humano igual a nós”.

A fala fazia parte de um comentário sobre a criação do Conselho da Amazônia, instituição que será coordenada pelo vice-presidente, general Hamilton Mourão, para criar medidas de desenvolvimento da região.

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.