A pintora por trás do filme ‘Retrato de uma jovem em chamas’

Quadros que aparecem no longa francês, que estreou no Brasil em janeiro de 2020, são de autoria de artista que compartilha suas obras no Instagram

    Temas

    Na França do século 18, uma pintora é contratada para fazer o retrato uma jovem que está prestes a se casar. Como ela não aceita o casamento arranjado, a artista deve criar sua obra em segredo, observando-a ao longo do dia, na função de acompanhante, e pintando durante a noite.

    É essa a premissa de “Retrato de uma jovem em chamas”, longa dirigido e escrito pela francesa Céline Sciamma, que estreou no Brasil em janeiro de 2020. Ele recebeu em 2019 o prêmio de melhor roteiro no Festival de Cannes e também a Palma Queer, prêmio independente que elege o melhor filme LGBTI do festival francês.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.