A retaliação do Irã. O discurso de Trump. E o risco de escalada

Após o assassinato do comandante Suleimani, iranianos lançam mísseis contra bases americanas no Iraque. Governo dos EUA anuncia que responderá com novas sanções econômicas

    O Irã atacou na madrugada de quarta-feira (8) duas bases militares dos EUA no vizinho Iraque. De acordo com o governo iraniano, 22 mísseis atingiram a base aérea de Ain al Assad e o aeroporto de Erbil. De acordo com os EUA, foram 12.

    A ação foi uma resposta do Irã ao assassinato de seu principal comandante militar, Qassim Suleimani, morto num ataque de drone americano na sexta-feira (3), em Bagdá. O ataque que matou Suleimani ocorreu à 1h20 da madrugada no horário local. O revide iraniano, também. O simbolismo é parte da resposta.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.