Qual é o plano da Anvisa para banir a gordura trans industrial

O objetivo é erradicar o ingrediente dos produtos industrializados a partir de 2023. Seu consumo está associado a doenças cardiovasculares, derrame e diabete

    Na terça-feira (17), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou novas regras a respeito da presença de gordura trans em alimentos industrializados. Com a implementação da medida, o principal tipo de gordura trans em circulação no mercado deverá ser banido até 1º de janeiro de 2023.

    Se o plano for implementado, o Brasil se alinhará a diretrizes estabelecidas pela OMS (Organização Mundial de Saúde), que lançou uma campanha em maio de 2018 para a retirada de alimentos com gordura trans de prateleiras e restaurantes do mundo até 2023.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.