Por que Belo Monte não realiza seu potencial elétrico

Mesmo com a hidrelétrica em pleno funcionamento, concessionária planeja construir termelétricas para dar conta da demanda

A concessionária Norte Energia, operadora da usina de Belo Monte em Altamira, no Pará, inaugurou a última turbina da hidrelétrica em novembro de 2019, mas já pediu autorização à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para construir usinas térmicas na região a fim de complementar a produção.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o pedido se deve ao fato de que a hidrelétrica não está gerando eletricidade suficiente. A Norte Energia nega problemas com o projeto. Diz que “recorrentemente desenvolve estudos de projetos para expansão do setor elétrico, como parte de seu planejamento empresarial”.

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.