Quem é o povo Guajajara. E quais as disputas por suas terras

Ataque a tiros matou dois caciques no Maranhão, pouco mais de um mês depois do assassinato de outro líder indígena. Região é marcada há séculos por conflitos com madeireiros e moradores

    Temas

    Um ataque a tiros matou dois caciques indígenas do povo Guajajara e deixou dois feridos no sábado (7), no Maranhão. O atentado ocorreu na BR-226, que cruza a Terra Indígena Cana Brava, entre as aldeias Boa Vista e El Betel, no município de Jenipapo dos Vieiras, a 506 quilômetros da capital do estado, São Luís.

    As vítimas foram Firmino Silvino Guajajara, da Terra Indígena Cana Brava, e Raimundo Bernice Guajajara, da Terra Indígena Lagoa Comprida, que voltavam de uma reunião entre caciques e a empresa Eletronorte. Em um vídeo publicado na internet, um sobrevivente afirmou que um veículo branco disparou contra ele e Firmino quando eles estavam em uma motocicleta.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.