Ir direto ao conteúdo

Este site mostra onde milhares de filmes foram gravados

Projeto de escritor britânico reúne informações sobre as locações usadas na filmagem de longas ao redor do mundo

    Temas
     

    Há dois tipos de cenários onde filmes são gravados: os estúdios, montados especificamente para essa finalidade, e as locações, espaços reais alugados pelas produções para as filmagens.

    As locações se tornam parte do imaginário popular do público. Um exemplo recente é uma escadaria do bairro do Bronx, em Nova York, que apareceu em cenas de “Coringa” (2019), filme sobre a origem do vilão dos quadrinhos. Meses depois do lançamento do longa, ela se tornou um ponto turístico na cidade.

    Criado em 1999, o site Movie Locations reúne informações sobre as locações de milhares de filmes. Na plataforma, é possível descobrir onde cenas específicas foram gravadas e a localização delas. A busca pode ser feita a partir do título dos filmes ou dos países pelos quais a produção passou.

    Ao procurar por filmes que tiveram cenas gravadas no Brasil, é possível encontrar o título “Vingadores: guerra infinita” (2018), da Marvel, e ver que o cenário do planeta extraterrestre Vormir, presente em uma das principais cenas do longa, foi criado a partir de filmagens no parque dos Lençóis Maranhenses, no estado do Maranhão.

    O filme “Indiana Jones e o reino da caveira de cristal” (2008), quarto da saga do aventureiro criado por Steven Spielberg, tem um clímax que se passa nas Cataratas do Iguaçu, no Paraná.

    Como o projeto começou

    O idealizador do Movie Locations é o escritor britânico Tony Reeves. No próprio site, ele conta que teve a ideia para a plataforma em 1992, em sua primeira visita aos EUA, quando passou pela cidade de São Francisco, na Califórnia, e tentou visitar locais que abrigaram cenas de filmes como “Um corpo que cai” (1958) e “Perseguidor implacável” (1971).

    Reeves conta que a tarefa de encontrar esses locais foi difícil e que havia a oportunidade de lançar um livro reunindo essas informações. A editora britânica Titan Books abraçou a ideia, mas o autor tinha mais material do que espaço suficiente para apresentar todas as informações que coletou.

    Pouco antes do lançamento do livro, o site entrou no ar, reunindo as informações dos locais incluídos na publicação junto aos que acabaram ficando de fora. “O Movie Locations ganhou vida própria e agora é atualizado constantemente”, afirmou Reeves.

    Ao todo, o site já teve mais de 29 milhões de visitas, atraindo turistas cinéfilos e curiosos do mundo todo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes

    Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

    Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
    Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!