A física por trás dos quadros de Jackson Pollock

Pesquisadores do Departamento de Engenharia da Universidade de Brown estudaram a mecânica de fluidos presente nas obras do artista americano

    Temas
     

    Jackson Pollock (1912-1956) foi um pintor americano e um dos principais nomes do expressionismo abstrato, movimento artístico surgido em Nova York na década de 1940, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial.

    Seus quadros eram produzidos a partir do gotejamento de tinta na tela, que ficava disposta em uma superfície horizontal. Pollock molhava o pincel na tinta e, usando seu corpo todo, se movimentava de forma a fazer com que a tinta caísse em cima da tela, como pode ser visto no vídeo abaixo:

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.