Ir direto ao conteúdo

Quais músicas médicos americanos ouvem na sala de cirurgia

Spotify fez levantamento em parceria com rede social. Profissionais dizem que não, mas estudo sugere que prática atrapalha comunicação em procedimentos

    Temas

    Cirurgias podem ser cercadas de tensão. Para aliviá-la, alguns médicos ouvem música durante o procedimento. Uma parceria entre o Spotify, serviço de streaming, e a Figure1, rede social que reúne profissionais da saúde do mundo todo, realizou, então, uma enquete para saber quais canções são mais populares nessa hora.

    As empresas falaram com 700 cirurgiões americanos, das mais diversas especialidades. Dos entrevistados, 90% afirmaram que escutam músicas durante as cirurgias. O rock predomina. O gênero apareceu na playlist de 49% deles. O pop, a música clássica e o jazz também foram citados na enquete.

    “A música induz um estado de foco que é quase hipnótico”, disse o cirurgião ginecologista Patrick Beeman ao blog da Figure1. “É por isso que muitos médicos escutam alguma coisa enquanto operam. Ao mesmo tempo, qualquer cirurgia pode ser repleta de ansiedades. A música acalma, principalmente por ser familiar.”

    “A vida das pessoas está nas minhas mãos, e ouvir rock me coloca em um lugar confortável. Escuto bandas da minha juventude e o sentimento de nostalgia me coloca em um lugar calmo e focado”, afirmou ao jornal americano Newsweek Alan Benvenisty, cirurgião vascular novaiorquino.

    O Spotify e a Figure1 divulgaram quais são as 10 músicas mais populares entre os 700 cirurgiões entrevistados. Vale destacar que os médicos não ouvem a música em fones de ouvidos, e sim em aparelhos de som ambiente:

    1. “Rock you like a hurricane”, lançada pela banda Scorpions em 1984
    2. “Sweet child o’mine”, lançada pela banda Guns ‘N Roses em 1987
    3. “Just what the doctor ordered”, lançada pelo músico Ted Nugent em 1975
    4. “Break on through (to the other side)”, lançada pela banda The doors em 1967
    5. “Paint it black”, lançada pelos Rolling Stones em 1966
    6. “Whole lotta love”, lançada pelo Led Zeppelin em 1969
    7. “We will rock you”, lançada pelo Queen em 1977
    8. “Back in black”, lançada pelo AC/DC em 1980
    9. “Cocaine”, lançada pelo músico Eric Clapton em 1977
    10. “The wind cries Mary”, lançada por Jimi Hendrix em 1967

    As críticas à presença de músicas na sala de cirurgia

    Apesar de os médicos dizerem que a música acalma durante o processo operatório, a prática é controversa. Em 2015, um estudo publicado na Revista de Enfermagem Avançada do Reino Unido apontou que músicas durante as operações podem interferir na comunicação entre médicos e a equipe de enfermagem.

    Os autores do estudo analisaram vídeos de 20 cirurgias, realizadas no Reino Unido em um espaço de seis meses. A repetição de ordens e demandas por parte dos médicos foi cinco vezes mais frequente em casos nos quais músicas estavam tocando.

    O artigo recomendou que a presença de músicas na sala de operações, e o seu volume, sejam discutidos e pactuados, antes, entre médicos, administradores de hospitais e os próprios pacientes.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Já é assinante?

    Entre aqui

    Continue sua leitura

    Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: