Como clubes do livro de celebridades impulsionam vendas

Indicações literárias de nomes como Reese Whiterspoon e Oprah Winfrey movimentam o mercado editorial nos Estados Unidos. No Brasil, serviços de assinatura apostam em curadoria de formadores de opinião

Temas
 

Desde 2017, a atriz americana Reese Witherspoon, estrela de produções como o filme “Legalmente loira” e a série “Big little lies”, mantém um bem-sucedido clube do livro. Leitora voraz, ela seleciona mensalmente um título e o anuncia nas redes sociais, onde os participantes compartilham suas visões sobre a obra. Como requisito, as obras indicadas são sempre centradas em personagens femininas.

Witherspoon, que é também produtora, não lê apenas por prazer: nos últimos anos, a literatura tem sido uma fonte essencial de material para as produções audiovisuais em que ela decide apostar.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.