Trabalho: antes ser trocado por um robô do que por um humano?

Estudo da Universidade Técnica de Munique mostra que a chegada da automação tem impacto emocional menor do que perder o emprego para outra pessoa

Os robôs estão ocupando um espaço cada vez maior em diversas esferas e, principalmente, do setor econômico.

No Reino Unido, uma pesquisa publicada em 2018 mostrou que 60% dos britânicos acreditam que as máquinas vão se tornar parte comum do cotidiano nos próximos 50 anos.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.