Por que a Alemanha desistiu do fundo da Amazônia

O governo Bolsonaro fala em ‘sensacionalismo’ na divulgação de dados sobre desmatamento e diz que o Brasil preserva devidamente o meio ambiente

O presidente Jair Bolsonaro disse no domingo (11) que a Alemanha “vai deixar de comprar a prestações a Amazônia” e sugeriu que o país europeu tem interesse em “se apoderar do Brasil”.

Bolsonaro se referia ao anúncio feito no sábado (10) pelo governo alemão segundo o qual a Alemanha vai congelar um repasse de R$ 155 milhões para projetos de preservação ambiental no Brasil, por meio do Fundo Amazônia, com o qual contribui regularmente. Segundo o presidente brasileiro, a Alemanha “pode fazer bom uso dessa grana” e “o Brasil não precisa disso”.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.