Como Moro investe contra quem revelou diálogos da Lava Jato

Declarações do ministro da Justiça e notícias sobre investigação da Polícia Federal contra o cofundador do site The Intercept Brasil colocam liberdade de imprensa em debate

    Atual ministro da Justiça, Sergio Moro enfrenta desde 9 de junho de 2019 suspeitas sobre sua atuação como juiz da Lava Jato em Curitiba, de onde proferiu sentenças e mandados de prisão relacionados à operação de março de 2014 a novembro de 2018, quando aceitou o convite de Jair Bolsonaro e entrou para a política.

    Diálogos atribuídos a ele e a procuradores da força-tarefa que investigou os escândalos de corrupção da Petrobras, revelados por uma série de reportagens do site The Intercept Brasil, sugerem uma atuação parcial que vai contra a Lei Orgânica da Magistratura, o Código de Processo Penal e a própria Constituição brasileira.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.