Afinal, qual é a situação atual do acesso a armas no Brasil?

Bolsonaro revogou e reeditou decretos e também enviou um projeto de lei ao Congresso sobre o tema. No fim, pouca coisa mudou

     

    Entre a tarde de terça-feira (25) e a madrugada de quarta-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro revogou dois decretos relativos ao acesso e ao uso de armas no Brasil, publicou quatro novos decretos sobre o mesmo tema e enviou um projeto de lei ao Congresso, também a respeito do assunto.

    As medidas tratam tanto da posse (aquisição e propriedade) quanto do porte (direito de circular armado), assim como a importação de armas. O tema é bandeira eleitoral de Bolsonaro. Mas a maneira como as mudanças vinham sendo conduzidas, a partir apenas de decretos presidenciais, vinha gerando resistência dos parlamentares.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.