O que é a ‘síndrome do impostor’. E como superá-la

Nomeada na década de 1970 por psicólogas americanas, condição faz pessoas sentirem que não são realmente capazes e que os outros as superestimam em inteligência ou talento

Mesmo depois de já ter lançado uma dezena de livros, a escritora, poeta e ativista americana Maya Angelou dizia pensar consigo mesma a cada novo trabalho: “eu enganei todo mundo, mas agora eles vão me descobrir”. A sensação de ser “uma fraude” era persistente, assim como a dúvida a respeito de seu próprio talento e capacidade.

O sentimento relatado por Angelou é amplamente compartilhado por estudantes, pessoas que estão no mercado de trabalho ou cuja produção está ligada à criatividade, mesmo quando essas pessoas obtêm ótimos resultados.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.