O embargo de um estudo inédito da Fiocruz sobre drogas

Alvo de críticas do ministro Osmar Terra, o 3º Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira está embargado e, por enquanto, não pode ser divulgado

 

Entre 2014 e 2017, a Fiocruz - Fundação Oswaldo Cruz desenvolveu o 3º Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira, com financiamento de R$ 7 milhões do governo federal.

O estudo está pronto desde fins de 2017, mas foi engavetado e, por enquanto, não pode ser divulgado. Uma cláusula no contrato diz que a pesquisa só pode ser publicizada com a autorização da Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas), órgão ligado ao Ministério da Justiça que foi responsável por encomendar a terceira edição do levantamento.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.