Como cientistas estão usando pele de peixe no corpo humano

De forma pioneira, pesquisadores brasileiros estudam propriedades e aplicações da tilápia desde 2015

 

Desde 2015, cientistas estudam as propriedades da tilápia, o peixe mais cultivado no Brasil. A partir de 2016, experimentos pioneiros com a pele do peixe entraram no campo da medicina. Em 23 de abril de 2019, o material foi utilizado, pela primeira vez, na reconstrução vaginal de uma paciente transexual de Campinas (SP).

O procedimento, bem-sucedido, foi realizado no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade de Campinas, com a participação de pesquisadores da UFC (Universidade Federal do Ceará), da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e da USP (Universidade de São Paulo).

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.