O governo contra as universidades, em dados e análises

Decisões da equipe de Jair Bolsonaro sobre investimentos redefinem o rumo das instituições federais e levantam um debate: o ensino superior deve se destinar a todos ou a poucos?

 

Após quatro meses de governo, a equipe do presidente Jair Bolsonaro anunciou cortes nos orçamentos das universidades federais. As instituições se dizem em alerta, sob o risco de verem comprometidos seus serviços, suas atividades e produção acadêmica.

O Ministério da Educação justifica a iniciativa dizendo que é preciso realocar os gastos públicos da área, com maior atenção ao ensino básico. Uma nova realidade está colocada. E o Nexo traz pontos essenciais desse debate. 

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.