A saga de marechal Rondon, segundo este biógrafo

Jornalista americano Larry Rohter publica livro sobre militar e sertanista brasileiro, um dos pioneiros da política indigenista no Brasil

 

O jornalista americano Larry Rohter escreveu uma biografia de 584 páginas do marechal Cândido Rondon, lançada na sexta-feira (3) pela editora Companhia das Letras, em português.

Rhoter – que nasceu em 1950 e é formado em história, política e economia – foi correspondente da revista Newsweek no Brasil durante a ditadura militar [1964-1985] e do jornal The New York Times, entre 1998 e 2008. Ele é casado com uma brasileira.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.