Atentado a tiros em Suzano: o massacre na escola estadual

Dois atiradores abriram fogo com um revólver 38 contra alunos e funcionários na manhã desta quarta

    Na manhã de quarta-feira (13), dois jovens entraram armados na escola estadual Raul Brasil, em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, e efetuaram disparos que deixaram cinco alunos e dois funcionários mortos, além de 11 pessoas feridas.

    Minutos antes, a dupla havia matado um comerciante, parente de um deles, numa locadora de veículos que fica a cerca de 500 metros do colégio. A ação acabou depois que os dois atiradores se suicidaram dentro do colégio. No fim, dez pessoas morreram.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.