O maior acervo digital sobre as relações entre Brasil e EUA

Desde 2012, historiadores brasileiros e americanos estão indexando cerca de 300 mil páginas de correspondências oficiais, de diferentes níveis de sigilo, trocadas entre os governos ao longo do século 20

 

Um projeto internacional coordenado por historiadores brasileiros e americanos está digitalizando documentos diplomáticos dos Estados Unidos sobre o Brasil, datados de 1908 a 1963. Em andamento desde 2012, o Opening the Archives (Abrindo os Arquivos) disponibilizou milhares de documentos do Departamento de Estado dos EUA. A expectativa é chegar a 300 mil páginas ao longo de 2019.

Esta é a segunda fase da iniciativa liderada por Sidnei Munhoz, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), e James Green, da Universidade Brown, nos Estados Unidos.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.