Quem é o militar que substitui Bebianno na Secretaria-Geral

O general da reserva Floriano Peixoto era o número dois da pasta e se torna agora oitavo integrante das Forças Armadas no primeiro escalão de Bolsonaro

    Após dias de indefinição no governo federal e declarações desencontradas, o ministro Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência, deixou o cargo na segunda-feira (18). Foi o primeiro integrante do primeiro escalão a cair no governo de Jair Bolsonaro, 48 dias após a posse da nova administração.

    O porta-voz presidencial, general Rêgo Barros, confirmou a demissão no fim da tarde. Em seguida, Jair Bolsonaro publicou um vídeo no qual agradeceu o trabalho do agora ex-ministro e apontou como motivo da saída de Bebianno ao que chamou de “diferentes pontos de vista sobre questões relevantes”.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.