Ir direto ao conteúdo

O que há no acervo digital do Museu da Imigração de São Paulo

Fotografias, jornais produzidos pelas colônias, cartas, mapas, e páginas de cadernos de registro de quem passava por hospedaria estão entre os documentos digitalizados que podem ser encontrados em site

 

Localizado no mesmo edifício inaugurado em 1888 para abrigar a Hospedaria de Imigrantes do Brás, em São Paulo, o Museu da Imigração do Estado de São Paulo possui um acervo digital com imagens e documentos disponíveis para consulta e download.

Da antiga hospedaria, o museu herdou registros de famílias e indivíduos que passaram por ela – quando era porta de entrada para imigrantes europeus que, muitas vezes, eram encaminhados para as propriedades rurais do interior do estado –, listas de bordos dos navios em que vieram, retratos, cartões postais, mapas, plantas e jornais produzidos pelas comunidades migrantes, entre outros documentos históricos.

O banco de dados online integra o acervo digital do Museu da Imigração e documentos do Arquivo Público do Estado de São Paulo.

Maior hospedaria para imigrantes do Brasil, ela funcionou em sua finalidade original até a década de 1970, período durante o qual passaram por ela mais de dois milhões de estrangeiros.

No site do acervo é possível buscar por localidade e período, realizar uma pesquisa geral, que busca simultaneamente todos os bancos ou fazer a busca diretamente em uma seção específica.

Seções do acervo

Iconografias

Série de imagens da Hospedaria de Imigrantes: fotografias das viagens, cartões postais e alguns retratos dos imigrantes

 

 

Grupo de japoneses que embarcou no Kasato Maru em 1908. Posam ao lado de um templo, onde rezaram para que a viagem transcorresse bem, na véspera ou antevéspera do embarque
Foto: Reprodução
Alunos de escola alemã em São Paulo, no interior de SP, em 1900
 

Requerimentos SACOP

Documentos que requerem a restauração das despesas de transporte dos imigrantes até chegarem ao Brasil

Registros de Matrícula

Dados do livro de registro de pessoas que passaram pela Hospedaria de Imigrantes. Pode-se buscar por sobrenome e visualizar páginas dos cadernos de registros, feitos à mão no início do século

Cartografias

Mapas e plantas referentes a núcleos coloniais, plantas da antiga Hospedaria de Imigrantes e do Museu da Imigração

Foto: Reprodução
 

Jornais

Publicações de colônias de imigrantes no Brasil, com edições entre os anos de 1886 e 1987. Há edições digitalizadas de periódicos como La Cronaca Italiana, La Voz de España  e diversos outros

Cartas de Chamada

Documentos que declaravam uma garantia de auxílio ao imigrante que pretendesse se juntar à sua família já instalada no Brasil.

Listas de Bordo

Relação dos imigrantes embarcados entre 1888 e 1965, principalmente em portos europeus, com desembarque previsto no porto de Santos.

 

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!