Como se organiza e funciona o Ministério da Educação

Ricardo Vélez Rodríguez acabou com secretarias dedicadas a temas como diversidade e direitos humanos e criou subsecretaria para difundir modelo de escolas geridas por militares

 

O MEC (Ministério da Educação) é uma das pastas com maior orçamento da Esplanada dos Ministérios em Brasília. Em 2019, estão previstos mais de R$ 129 bilhões para a pasta, que é responsável por um dos temas centrais do debate público no Brasil, a educação.

Hoje, seu chefe é Ricardo Vélez Rodríguez, indicado para o posto por Jair Bolsonaro. Após a eleição de outubro de 2018, Bolsonaro chegou a cogitar a indicação de Mozart Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna e de perfil considerado mais técnico e moderado. Mas o alinhamento de Vélez com princípios defendidos por Bolsonaro e parte de seus apoiadores de extrema direita, ao longo da campanha, acabou pesando.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.