Por que o acordo do Brexit foi rejeitado. E o que vem agora

Primeira-ministra Theresa May não consegue apoio do Parlamento, e período de incertezas continua

Um dos temas mais relevantes da Europa segue sem rumo definido. O governo britânico não conseguiu nesta terça-feira (15) o aval do Parlamento para o acordo sobre como deve ser o processo do Brexit — sigla em inglês para a saída do Reino Unido da União Europeia.

Os parlamentares britânicos rejeitaram, por 432 votos a 202, os termos apresentados pelo governo da primeira-ministra Theresa May. Negociado entre May e a União Europeia ao longo de dois anos, o texto contém regras sobre fronteiras, comércio, finanças, cidadania, entre outros pontos.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.